0

Djanira

Djanira

No dia 20 de junho de 1914 – há exatamente 102 anos, portanto – nasceu Djanira, a maior artista nascida em Avaré. Pintora, desenhista, cartazista e gravadora, foi considerada uma das mais importantes artistas brasileiras do século 20, e a mais autenticamente brasileira, dentre nossas pintoras. Sua trajetória foi admiravelmente registrada no livro “História de Djanira, brasileira de Avaré”, de Gesiel Junior. Em 2001, quando Juca voltou a dirigir a Fampop Avaré, utilizou como cartaz do evento a imagem do quadro “Orfeu”, que Djanira criara para o musical “Orfeu da Conceição”, de Vinicius de Moraes. Em 2009, em seu disco “Aldeia”, gravou uma homenagem à sua conterrânea, composta em parceria com Eduardo Santhana.
Ouçam: http://goo.gl/ay2CoU

DJANIRA
(Juca Novaes / Eduardo Santhana)

As linhas, as luzes, matizes
os traços, as formas, matrizes
a casa na praça, alvores
auroras, poentes, mil cores

a alma prepara, inventa
lavouras, calvários, tormentas
um povo tão simples nas telas
que vidas as tintas revelam

sofrida, vivida, guerreira
coragem a vida inteira
as mãos, os pincéis, descobertas
milagres, as portas abertas

divina, menina, senhora
pintando, rompendo a aurora
que brilho as luzes acesas
no morro de Santa Tereza

Mira admira
a beleza da vida nas cores, Djanira

Vira e revira
e revela os nossos amores, Djanira

facebooktwittergoogle plus


Leave a Reply